Agora são Horas e Minutos - ... Obrigada: Estou completamente satisfeita com todos os amigos por me terem acompanhado no blogue. TATÃO ´ aconselhamos a utilização do Mozilla Firefox

PAULA RUIVO

. A APRESENTAÇÃO DO LIVRO A ERVILHA QUE QUERIA IR DE FERIAS FOI UM SUCESSO AUTORA PAULA RUIVO

sexta-feira, 29 de junho de 2012

CONHEÇA A VANTAGEM DE VIVER JUNTOS:




CONHEÇA A VANTAGEM DE VIVER JUNTOS:

O número de pessoas a viverem sozinhas está a crescer, quer se trate de uma solidão forçada, quer seja um desejo ou filosofia de vida. Mesmo assim, muitos jovens continuam a juntar os trapinhos, através do casamento. As uniões de facto são uma realidade.
O casamento tem perdido algum terreno para as uniões. A tradição já não é o que era e os jovens optam pelo mais prático esquecendo as complicações e cansaço que a organização de um casamento provoca.Algumas raparigas não aspiram a uma entrada na igreja de véu e grinalda. Os rapazes, sempre menos voltados para a tradição, agradecem a mudança das mentalidades, mas nem todos.Viver junto tem muitas vantagens.Depois de uma conversa séria, entre os dois devem de chegar à conclusão que querem viver juntos ou casarem. Nem tudo será um mar de rosas, mas esta situação pode ajudar a perceber se a vossa relação tem futuro ou não, evitando muitos dos problemas e complicações associadas às separações ou divórcios.Ao viverem juntas, as pessoas tendem a conhecer-se melhor. Os defeitos e as qualidades estão sempre presentes,o que nem sempre acontece quando passam alguns momentos juntos ou permanecendo cada um na sua casa.Ao partilhar o dia-a-dia, irá aperceber-se das rotinas do seu parceiro e decidir se as consegue aguentar para toda a vida ou, se pelo contrário, os dois feitios são incompatíveis.Viver junto significa conhecer profundamente a pessoa com quem se vive: os seus costumes, maneiras de pensar e agir. Lidar com os problemas diários comuns ou individuais pode ser complicado.Se não estavam bem dispostos, não combinam uma saída têm de aguentar a má disposição um do outro.Quando isto não é possível? Então se não conseguem, o melhor é não cometerem o erro de um casamento Ao partir para uma vivência em comum o casal deve ter em mente a partilha de tudo e não só a possibilidade de estarem juntos Antigamente, deixar os filhos viverem junto com os namorados era impensável. Motivos religiosos ou educações rígidas e conservadoras não permitiam este tipo de relação já que o mesmo possibilitava o sexo antes do casamento. Hoje, os jovens iniciam-se sexualmente cada vez mais cedo, pelo que já não faz sentido impedir este tipo de relação que pode ajudar a evitar um casamento infeliz para ambos, já que há feitios que são totalmente incompatíveis Resumindo, viver junto com o seu parceiro pode ser uma espécie de estágio, que lhe permite avaliar até que ponto os hábitos são compatíveis e ver se a relação será para toda a vida terá sucesso.

TATÃO

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.
•.¸¸.•´¯`•.¸¸.¤ Beijos •.¸¸.•´¯`•.¸¸.¤