Agora são Horas e Minutos - ... Obrigada: Estou completamente satisfeita com todos os amigos por me terem acompanhado no blogue. TATÃO ´ aconselhamos a utilização do Mozilla Firefox

PAULA RUIVO

. A APRESENTAÇÃO DO LIVRO A ERVILHA QUE QUERIA IR DE FERIAS FOI UM SUCESSO AUTORA PAULA RUIVO

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

DESVANTAGENS APONTADAS PARA QUEM NÃO ACREDITA:




DESVANTAGENS APONTADAS PARA QUEM NÃO ACREDITA:

   

O número de pessoas que acredita ser benéfico viver com o parceiro antes de casar não pára de aumentar. Mas ainda há quem resista a esta primeira experiência a dois. Conheça as suas justificações.
Para muitos viver junto com o parceiro antes de casar é vantajoso. Possibilita um melhor conhecimento do parceiro evitando-se um casamento quando ambos têm feitios incompatíveis. Mas há quem não acredite nesta experiência pré-matrimonial. Há quem se mantenha céptico quanto a estas descobertas e às suas vantagens. São muitas as justificações apontadas por todos os que não acreditam nas vantagens de se viver junto antes de casar. Motivos religiosos lideram o grupo dos não-crentes. Os cristãos continuam a defender o sacramento do casamento, acusando os que se juntam antes deste compromisso como levianos e donos de uma fraqueza que não lhes permite resistir às tentações nem enfrentar de forma séria o casamento. Viver junto pode ser uma forma de fugir às obrigações e juramentos feitos no casamento.Para muitos outras pessoas, casar virgem ainda é um ponto de honra. E desengane-se quem pensa que isto é uma ideia puramente feminina. São muitos os homens que admitem não se importarem de ter namoradas que já tenham tido experiências sexuais, mas que gostariam de casar com uma virgem. Este grupo de pessoas defende que a primeira relação sexual é muito especial e, por isso, deveria ser guardada para um dia também especial, o do casamento.Alguns cépticos em relação ao viver junto antes de casar alertam para o facto de que quando estas pessoas se resolvem casar já não têm nada de novo para descobrir. Toda a excitação da descoberta desaparece.Se há quem defenda que quando as duas pessoas não estão casadas se torna mais fácil a separação, há também os que não concordam. Para estes a dor da separação é a mesma e os conflitos sobre as posses e as dívidas trazem as mesmas confusões. No fundo trata-se de um divórcio sem papéis.Para além de todas estas razões há ainda quem aponte estatísticas que revelam que quantos mais anos um casal vive junto menor é a tendência para se casar. Assim, a desculpa de que se trata de apenas uma experiência para, se tudo correr bem, se casarem cai por terra.Finalmente várias pessoas que passaram pela experiência de viverem com o parceiro antes de casar não o aconselham. Para elas este tipo de relação não possibilita encontrar a mesma segurança que o casamento.Se ainda se mantém interessada em enveredar por uma experiência deste tipo, pondere sobre as desvantagens aqui enumeradas e tome uma decisão bem reflectida.
                                                                                          
TATÃO

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.
•.¸¸.•´¯`•.¸¸.¤ Beijos •.¸¸.•´¯`•.¸¸.¤