Agora são Horas e Minutos - ... Obrigada: Estou completamente satisfeita com todos os amigos por me terem acompanhado no blogue. TATÃO ´ aconselhamos a utilização do Mozilla Firefox

PAULA RUIVO

. A APRESENTAÇÃO DO LIVRO A ERVILHA QUE QUERIA IR DE FERIAS FOI UM SUCESSO AUTORA PAULA RUIVO

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

A ARTE DE SABER BEIJAR:

A ARTE DE SABER BEIJAR:
Longe vai o tempo em que as meninas ou senhoras ficavam à espera que o jovem cavalheiro se dignasse a concretizar aquilo que ambos tanto queriam que acontecesse. Actualmente, o beijo pode acontecer mesmo antes de um namoro estável. Pode ser fruto de uma explosiva atracção momentânea, pode ser premeditado ou acidental, pode acontecer em quase todos os lugares, mas uma coisa é certa, você  não tem que ficar à espera.

O beijo na boca é uma das formas mais íntimas de expressar amor, ao mesmo tempo que se generaliza como forma de cumprimento quando é dado na cara ou atinge o seu auge na concretização carinhosa e afectuosa de um beijo de mãe.Não é deste tipo de beijos que hoje aqui falámos. Sem desprimor para quaisquer outros, o beijo aqui em questão é o beijo amoroso, apaixonado, caloroso e intenso. Mais exactamente, o primeiro beijo.

A primeira regra é básica: nunca beije alguém que não quer ser beijado. Não force uma situação que pode acabar por ser desagradável para ambos os intervenientes. Procure decifrar a linguagem corporal do outro. Leia os olhos e os gestos. E ao invés de se atirar à sorte, vá tentando várias aproximações graduais, puramente acidentais.

Se quiser jogar pelo seguro, comece por lhe contar um segredo. Especialmente em discotecas, bares, concertos e restaurantes muito barulhentos a justificação é perfeitamente plausível. Falar-lhe ao ouvido é das aproximações mais subtis que pode conseguir. A sua boca na orelha dele. Mais próximo, sem beijar ou deixar transparecer totalmente as suas intenções, é impossível.

Há também aqueles casos de beijos espontâneos que à partida já temos a certeza que serão aceites. Assim como que um teste.Um dia quando sair da faculdade ou de outro serviço onde esteja a trabalhar e tiver o desejo súbito de confirmar a atracção que sente pelo melhor amigo e colega volte a vê-lo assim de repente beijou-o na boca. Depois diga-lhe obrigada quis só ver uma coisa. No dia seguinte volte tranquila e satisfeita. Tinha esclarecido as suas dúvidas e afinal só queria ser amiga dele.

Um beijo nunca é simples. Mesmo que pareça, as implicações que tem são tudo menos simples complicaram-se porque quando o beijou não sentiu o beijo da mesma forma e eles acabaram por se afastar gradualmente, estragando uma bela amizade.

Num primeiro encontro, o momento da verdade chega também na hora do beijo.Aproximam-se os dois.As faces tocam-se, os seus lábios procuram os dele e eis que o momento se concretiza. Uma de muitas coisas pode então acontecer. O momento mágico concretiza-se e os sinos tocam ou, pelo contrário, o beijo transforma-se num intenso balde de água fria.

Qualquer que seja o caso, procure disfarçar quer a paixão desmedida, quer os remorsos por ter avançado.Lembre-se que a única coisa pior do que um mau beijo é o beijo que nunca foi dado. Esse sim, dá que pensar! Portanto muito cuidado.

Tatão

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.
•.¸¸.•´¯`•.¸¸.¤ Beijos •.¸¸.•´¯`•.¸¸.¤