Agora são Horas e Minutos - ... Obrigada: Estou completamente satisfeita com todos os amigos por me terem acompanhado no blogue. TATÃO ´ aconselhamos a utilização do Mozilla Firefox

PAULA RUIVO

. A APRESENTAÇÃO DO LIVRO A ERVILHA QUE QUERIA IR DE FERIAS FOI UM SUCESSO AUTORA PAULA RUIVO

segunda-feira, 20 de julho de 2009

CIRCUNSTÂNCIAS DA VIDA:


CIRCUNSTÂNCIAS DA VIDA:

Ao longo da vida, e por acção de múltiplas circunstâncias, de recursos que, supostamente, nos servem para lidar, o melhor possível com a vida. As tais circunstâncias dão-nos pontos de partida muito diferentes que, por regra, limitam fortemente o que vem a seguir. O género, a côr, o tempo, o local do mundo em que nascemos ou as características específicas que herdámos geneticamente são,em si mesmas, circunstâncias a que não conseguimos escapar e que podem ser, no limite, diferenciadas e extremamente injustas. Junta-se a isso a condição social e económica da família onde nascemos, os amigos que tivemos; a ternura com que fomos, ou não acolhidos;as possibilidadas oferecidas de estudar, ter acesso a cuidados de saúde, viajar, aceder ao conhecimento ou à arte ou, pelo contrário viver enclausurado sobre uma realidade monotemática .
Tudo isso trabalha no sentido de estabelecer um conjunto de recursos pessoais e intransmissíveis, uns de natureza externa e outros que podemos designar como internos.

Os recursos externos são facilmente perceptíveis e referem-se às redes de contacto e influência que o termos nascido naquele momento, naquela dada família, nos propiciam. Os recursos internos, por seu turno, são os que se embrenham em nós, se colam à nossa pele e nos transformam nas pessoas que acabam por ser. Mesmo que os recursos externos de que dispomos sejam fortemente correlacionados,o facto é que possível distingui-los e perceber intuitivamente que excelentes recursos extremos não significam necessáriamente bons recursos internos, e vice-versa.

De facto testemunhando nós que são muitos os que tendo tudo para viver bem se embrenham em miudezas que os conduzem a vidas infelizes e desditosas, há que repensar o que se pretende com educações vocacionadas para a aquisição de recursos. Se é agradável ter muitos recursos externos, são, no entanto, recursos internos dos indivíduos que lhes permitem lidar com a diversidade de circunstâncias da vida em que a dor e o sofrimento pessoal existem,incontornavelmente.

Tatão

2 comentários:

  1. UM BEIJO LINDA TATÃO... MAIS UM GRANDE TEXTO!...
    LI DUAS VEZES, MUITO BOM!

    ARMÉNIO CRUZ

    ResponderEliminar
  2. ARMÉNIO:
    Mto Obrigada. Foste sempre um bom amigo. Continuas a seguir a minha escrita e sei tb q escreves poemas.Li alguns. Bem-haja por seres como és e tb pelo carinho de amizade q me dedicas.
    Beijinhos.
    Tatão

    ResponderEliminar

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.
•.¸¸.•´¯`•.¸¸.¤ Beijos •.¸¸.•´¯`•.¸¸.¤