Agora são Horas e Minutos - ... Obrigada: Estou completamente satisfeita com todos os amigos por me terem acompanhado no blogue. TATÃO ´ aconselhamos a utilização do Mozilla Firefox

PAULA RUIVO

. A APRESENTAÇÃO DO LIVRO A ERVILHA QUE QUERIA IR DE FERIAS FOI UM SUCESSO AUTORA PAULA RUIVO

sábado, 9 de maio de 2009

O MEL:


O MEL:


Segundo os costumes e a riqueza de Areosa além de vários elementos folclóricos temos a riqueza do Mel.É uma substância viscosa, açucarada produzido pelas abelhas a partir do néctar recolhido de flores que são armazenadoas nos favos em suas colmeias para servir-lhes de alimento durante o Inverno.

Existem dezenas de variedades de mel de abelhas. Segundo a floração, os terrenos de obtenção ou ainda segundo as técnicas de preparação. Dessa forma variam em cor, aroma e sabor. Diferenciam-se assim na cor, indo do branco incolor, amarelo ao castanho. Outra característica marcante é a consistência líquida ou endurecida que poderá apresentar quando armazenado em recipiente, sendo de igual qualidade sob esse aspecto. No que diz respeito ao néctar, pode provir de uma única flor. Certamente não há mel rigorosamente monofloral, entretanto a presença de outro néctar em pequena quantidade não influi apreciavelmente no seu aroma, cor e sabor.

É importante salientar que, a despeito de o mel utilizado actualmente em maior escala na alimentação humana provir da produção das abelhas melíferas, existem outros insertos que também o produzem em menor quantidade e não são explorados economicamente.

O mel é também usado externamente devido às suas propriedades anti-microbianas e anticépticas. Assim, o mel ajuda a cicatrizar e a prevenir infecções em feridas ou queimaduras superficiais. O mel é também utilizado largamente na cosmética (cremes, máscaras de limpeza facial, tónicos, etc.) devido às suas qualidades adstringentes e suavizantes.

Juntamente com o mel, as abelhas produzem outros importantes produtos a saber a cera, a geleia real, e Própolis.

Própolis é obtida pelas abelhas a partir de resinas retiradas principalmente de secreções de árvores, quando destas se quebra algum galho. Dessa forma a árvore se protege com um produto natural com poder antibactericida e a abelha reprocessa essa seiva originando a Própolis. Esta é utilizada pelas abelhas para dois usos principais: vedar a colmeia de maneira a não entrar água, vento ou outro animal; e serve também para mumificar outros insertos que penetrem na colmeia e ai eventualmente são mortos. A Própolis é bastante útil ao ser humano, pois quando uma pessoa sente a garganta infectada pode de inicío, misturar umas gotas de Própolis com Mel. Pode-se tomar durante o tempo que for necessário - deite numa colher de sopa 30 gotas de Própolis misturado com o tão delicioso Mel - Pode ter a certeza que resulta e se o digo é porque já experimentei e dá efeitos magníficos.Pode experimentar vê os resultados.

Tatão

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.
•.¸¸.•´¯`•.¸¸.¤ Beijos •.¸¸.•´¯`•.¸¸.¤