Agora são Horas e Minutos - ... Obrigada: Estou completamente satisfeita com todos os amigos por me terem acompanhado no blogue. TATÃO ´ aconselhamos a utilização do Mozilla Firefox

PAULA RUIVO

. A APRESENTAÇÃO DO LIVRO A ERVILHA QUE QUERIA IR DE FERIAS FOI UM SUCESSO AUTORA PAULA RUIVO

segunda-feira, 4 de maio de 2009

CRISE




CRISE
Vou focar um tema que tem perturbado a humanidade que é - a crise -. Foi anunciada assustadoramente.É que se fez sentir na maioria dos cidadãos, pelo menos no clima de tensão e conflitualidade que segundo a informação publicada, comunicação social, apresentadas todos os dias servem para perturbar a sociedade em que se vive.
A crise de que se fala é de sistema. Um sistema de mercado que roda em torno da ideia e do quotidiano de todos os individuos. Ninguém se parece importar , resta o que as pessoas percebam e notem de um lado, menos dinheiro no fim de mês,de outro,e não menos importante, um crescente sentimento de insegurança.
Todos os países foram afecados... a falta de dinheiro. Arrastam na rua em manifestações ou revolta que diz respeito, sobretudo, a fórmulas de organização impostas que, de algum modo, questionam as adquiridas formas de afirmação dos individuos.Mesmo que o argumento último seja o de disciplinar e arrumar para controlar e poupar, o que os individuos sentem é que estão a ser sujeitos a formas de limitação e normalização que os desqualificam e humilham.Tudo isto implica o desconforto que atinge professores, magestrados, técnicos de saúde, polícias ou militares, Não estou a falar em carreiras e dinheiros mas com o facto de perderem o que de mais importante tinham - estatuto -
Basta, no entanto, um pouco para se perceber que quem optou ao longo da vida,de sacrifícios oportunidade de emprego numa carreira e num estilo de vida de trabalho público não podia ter como ambição ser rico. Ninguém honesto enriqueceu a ser funcionário e conseguiu subir na vida por concursos que os elevavam a ter uma vida mais actual e com isto quero dizer que mesmo esses não foram recompensados como deveriam ser.
Por muito que se trabalhe e haja poder de empregabilidade a crise será sempre um obstáculo para todo o cidadão que honestamente dá o seu melhor.O esforço para ser reconhecido e conseguir uma vida honesta para poder dar uma vida normal aos familiares e viverem com dignidade.

Tatão

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.
•.¸¸.•´¯`•.¸¸.¤ Beijos •.¸¸.•´¯`•.¸¸.¤